A ENFERMAGEM NA PERSPECTIVA DO PARTO HUMANIZADO: uma revisão integrativa de literatura

Mayron Morais Almeida, Francisco Wharleson Torres Da Silva, Laynara Maria das Graças Alves Lobo, Thiago Sampaio dos Santos, Rosalba Maria da Costa Pessôa

Resumo


Objetivo: analisar produções científicas disponíveis na literatura que tratem da assistência de enfermagem ao parto e puerpério humanizado Metodologia: Optou-se pela revisão bibliográfica descritiva, exploratória do tipo revisão integrativa da literatura. Para a elaboração desta revisão foi realizada uma pesquisa nas bases de dados LILACS, SciElo e Cochrane, com base nos Dec’s e Mesh Terms. Resultados: dos 118 artigos encontrados, apenas 09 atenderam a proposta do estudo. Conclusão: Diante das evidências de que a assistência humanizada durante o trabalho de parto gera resultados maternos benéficos. Porém, os profissionais possuem uma rejeição inicial ao processo de humanização, que pode ser atribuída ao preconceito e medo de se sentirem ameaçados e questionados sobre a conduta profissional.

Palavras-chave: Serviços de saúde da mulher. Humanização da Assistência. Saúde da mulher. Parto Humanizado. 


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

MACHADO NXS et al. Centro de parto normal e assistência obstétrica centrada nas necessidades da parturiente. Rev Esc Enferm [internet]. USP, 2006; 40(2):274-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v40n2/16.pdf.

SANTOS IS et al. Assistência de enfermagem ao parto humanizado. Rev Enferm [internet]. UNISA. 2012; 13(1): 64-8. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/reeusp/article/download/41538/45134.

SOUZA MT, SILVA MD, CARVALHO R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. 2010; 8(1 Pt 1):102-6. Disponível em: http://www.astresmetodologias.com/material/O_que_e_RIL.pdf.

URSI ES. Prevenção das lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa da literatura. [Dissertação]. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto; 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v14n1/v14n1a17.pdf.

MOUTA RJO et al. Estratégias de luta das enfermeiras da maternidade Leila Diniz para implantação de um modelo humanizado de assistência ao parto. Texto Contexto Enferm. [internet]. Florianópolis, 2009 Out-Dez; 18(4): 731-40. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v18n4/15.pdf.

DESLANDES SF et al. A ótica de gestores sobre a humanização da assistência nas maternidades municipais do Rio de Janeiro. Ciência & saúde coletiva. [internet]. 10(3):615-626. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v10n3/a18v10n3.pdf.

OLIVEIRA ZMLP, MADEIRA AMF. Vivenciando o Parto Humanizado: Um Estudo Fenomenológico Sob A Ótica de Adolescentes. Revista Esc. Enferm. [internet]. USP 2002; 36(2): 133-40. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v36n2/v36n2a04.pdf.

MARQUE FC et al. A percepção da equipe de enfermagem sobre humanização do parto e nascimento. Esc Anna Nery R Enferm. [internet]. 2006 DEZ; 10 (3): 439 - 47. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v10n3/v10n3a12.

CASTRO JC et al. Parto humanizado na percepção das enfermeiras obstétricas envolvidas com a assistência ao parto. Ver. Latino-americana de Enfermagem [internet]. 2005 novembro-dezembro; 13(6):960-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v13n6/v13n6a07.pdf.

CARRARO TE et al. Cuidado e Conforto Durante O Trabalho de Parto E Parto: Na Busca Pela Opinião Das Mulheres. Texto Contexto Enfermagem. Florianópolis, 2006; 15 (Esp): 97-104. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v15nspe/v15nspea11.

SOUZA CM et al. NURSING STAFF AND THE CARE DEVICES IN THE CHILDBIRTH PROCESS: focus on humanization. J. res.: fundam. care. online 2013. out./dez. 5(4):743-5. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/download/2380/pdf_923.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.